<%@LANGUAGE="JAVASCRIPT" CODEPAGE="1252"%> AOMS
Mapa do Site:
Colaboradores
 
 

Águias

Na família dos Acipitrídeos, palavra que deriva de acceptore que significa "que voa rápido", que deu origem ao nome de açor. São de variados tamanhos, formas e hábitos, que vão desde a grande harpia até pequenos gaviões. Se alimentam de variadas presas, onde as espécies menores que chegam a caçar insetos e as grandes espécies que caçam até pequenos cervídeos e preguiças.

A águia é uma das aves mais conhecidas e na realidade dividida em várias espécies espalhadas pelos continentes. São da família dos Acipitrídeos (que significa "açor") onde compõem ao todo 59 espécies e mais conhecidas no Brasil por gaviões. Estas se dividiem em 4 categorias:
- águias-harpias: São as grandes águias que são as harpias com apenas 6 espécies.
- águias-pescadoras: São águias que vivem da pesca tanto em águas fluviais como marinhas e contam com 11 espécies.
- águia-de-botas: Tem este nome por suas penas irem até no final das pernas e são constituídos de 30 representantes sendo de espécies pequenas e grandes.
- águias-cobreiras (ou açores): São as menores e se alimentam não só de cobras como de outros répteis e até anfíbios e são 12 espécies ao todo.
Ás águias verdadeiras são do gênero Aquila, destacando a águia-real. Estas aves, como de outras famílias, tem corpos muito leves, destacando os ossos. Quanto às penas são cerca de 7.000 ao todo que todas juntas pesam menos que 600 gramas! O ponto alto das águias é sua visão do qual é 8 vezes mais apurada que a do homem. Ou seja, quando o homem vai perdendo de vista um objeto no solo, uma águia pode ainda ver numa distância multiplicada por 8! Como nos falcões, as águias são aves caçadoras e que estão sempre a procurar seu alimento que pode ser desde ninhadas de outros pássaros como também até jabutis e flamingos. No inglês a águia é conhecida por eagle.

Outra divisão dos membros da família dos Acipitrídeos são:
- harpia - gêneros: Harpia e Harpyhaliaetus.
- águia - gêneros: Aquila, Haliaetus, Circaetus, Geranoaetus, Harpyhaliaetus e Pithecophaga.
- bútio - gênero: Buteo
- milhafre - gênero: Milvus
- açor - gênero: Accipter
- tartaranhão - gênero: Circus
- gavião - gêneros: demais gêneros.
Harpias são os maiores representantes, com enormes garras e chegando até 130 cm de comprimento.
Águias são quase de mesmo porte das águias, tendo porem mais agilidade e grande visão.
Bútios são representantes menores e com asas arredondadas. Não são predadores especializados.
Milhafres são bem parecidos com os bútios com diferença de possuirem cauda bifurcada.
Açores são rapinantes de pequeno tamanho e são parecidos com os falcões no tamanho do bico e garras.
Tartaranhão são do porte dos açores e costumam voarem baixos sobre áreas abertas e pantanosas em busca de pequenas presas e aves.
Gavião: São os restantes dos representantes com itens que ficam entre os açores e águias.

No Brasil há 40 espécies de Acipitrídeos que vão desde a grande harpia até o gaviãozinho tendo este o tamanho de um pombo. Na nossa região um dos mais conhecidos é o gavião-peneira que tem o costume de parar no ar batendo suas asas e olhando para o solo em busca de ratos e insetos. Este sendo todo branco, com dorso das asas em cinza escuro e cauda média com ambas cores.

As espécies brasileiras de Acipitrídeos em ordem decrescente de tamanho são:
- harpia ou uiraçu (Harpia harpyja) : Todo o país, exceto nordeste e sul.
- águia-guianense ou uiraçu-falso (Morphnus guianensis) : Partes do nordeste e sul até todo o país.
- águia-falcão-pega-macaco ou urutaurana (Spizaetus tyrannus) : Todo o país, exceto RS.
- águia-falcão-de-penacho ou ipacamim (Spizaetus ornatus) : Todo o país.
- águia-chilena (Geranoaetus melanoleucus) : SC e RS.
- harpia-cinzenta (Harpyhaliaetus coronatus) : Centro-oeste e sul do país.
- gavião-tesoura ou tapena (Elanoides forficatus) : Todo o país, exceto RS.
- bútio-galo-preto, gavião-caipira, gavião-urubu ou cauã (Buteogallus urubitinga) : Todo o país.
- águia-pescadora (Pandion haliaetus) : Todo o país.
- bútio-galo-sul-americano, gavião-caboclo ou gavião-telha (Buteogallo meridionalis) : Todo o país.
- bútio-de-cauda-branca, gavião-de-cauda-branca ou curucuturi (Buteo albicaudatus) : Partes do centro-oeste e nord. até sul.
- gavião-de-cabeça-cinza (Leptodon cayanensis) : Parte da região sul até todo país.
- gavião-pombo-grande (Leucopternis polionota) : AL até partes da BA, MG, ES, SP, RJ e Paraguai.
- gavião-padre ou gavião-velho (Busarellus nigricollis) : Parte da região sul até todo país.
- tartaranhão-do-brejo ou gavião-do-brejo (Circus buffoni) : Todo o país, exceto região norte.
- tartaranhão-cinzento ou gavião-cinzento (Circus cinereus) : RS.
- bútio-preto-com-cauda-branca ou gavião-preto (Buteo albonotatus) : Todo o país, exceto região norte.
- gavião-pombo-amazônico (Leucopternis albicollis) : Região norte até parte do centro-oeste.
- açor-de-ventre-cinza ou gavião-tauató-pintado (Accipiter poliogaster) : Partes do nordeste e sul, até todo o país.
- gavião-de-asas-castanhas (Parabuteo unicinctus) : Todo o país, exceto região norte e parte do centro-oeste.
- bútio-de-cauda-curta ou gavião-branco-de-dorso-pardo (Buteo brachyurus) : Partes das regiões norte e sul e todo o país.
- gavião-mateiro (Geranospiza caerulescens) : Parte da região sul até todo país.
- gavião-pombo-azul ou gavião-azul (Leucopternis schistacea) : Região norte.
- bútio-galo ou gavião-do-mangue (Buteogallus aequinoctialis) : Litoral do PR até AP.
- gavião-pombo (Leucopternis lacernulata) : Parte litorânea do AL até PR.
- bútio-brilhante ou gavião-pedrês (Buteo nitidus) : Todo o país, exceto região sul.
- gavião-bico-de-gancho ou caracoleiro (Chondrohierax uncinatus) : Todo o país, exceto região sul.
- gavião-caramujeiro ou aruá (Rostrhamus sociabilis) : Parte do nordeste até todo o país.
- bútio-de-asa-larga ou gavião-pintado (Buteo platypterus) : AC e pequena parte do AM.
- gavião-vaqueiro (Leucopternis kuhli) : Parte do PA, AM até AC.
- açor-bicolor ou gavião-bombacha (Accipter bicolor) : Parte da região sul até todo o país.
- bútio-de-nuca-branca ou gavião-preto-de-pernas-vermelhas (Buteo leucorrhous) : Partes do sudeste e sul.
- gavião-peneira (Elanus leucurus) : Todo o país, até parte da região norte.
- bútio-de-bico-grande, gavião-carijó ou indaié (Buteo magnirostris) : Todo o país.
- gavião-sauveiro ou sovi (Ictinia plumbea) : Parte da região sul até todo o país.
- gavião-bombachina (Harpagus diodon) : Partes da região norte e sul até todo o país.
- gavião-bidentado ou gavião-ripina (Harpagus bidentatus) : Região norte, nordeste até parte do sudeste.
- açor-papa-pinto ou gavião-caçador-castanho (Accipiter erythronemius) : Sul, sudeste até partes do centro-oeste e nordeste.
- açor-de-sombrancelha ou gavião-caçador-pequeno (Accipiter superciliosus) : Parte da região sul até todo o país.
- gaviãozinho (Bampsonyx swainsonii) : Todo o país, até parte da região sul.

Fotos

Parceiros

Ensino Superior na Fatec Internacional.
Promoção Imperdivel

 
Blog's
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Direitos reservados a AOMS.©