<%@LANGUAGE="JAVASCRIPT" CODEPAGE="1252"%> AOMS
Mapa do Site:
Colaboradores
 
 

Garça-maguari (Ardea cocoi)


Garça é o nome de conhecidas aves semi-aquáticas de pernas e bico finos, e plumagem geralmente branca e se alimentam de pequenos peixes. O nome garça, consta vir do espanhol garza. São da ordem dos Ciconiformes, que alem das garças, existem os socós que são pouco menores, os íbis (ou cabeças-secas) e as cegonhas como o jaburu. De sua ordem, possuem pés com longos dedos (três para frente e um para trás) sem membranas interdigitais; pescoço comprido e bico que varia com a espécie no modo de alimentação, sendo encurvado ou espatulado; asas grandes e alongadas e plumagem de cores variadas, dependendo da espécie. Se alimentam de peixes, crustáceos e insetos. Capturam seu alimento na superfície da água, ao contrário de outras aves aquáticas. São 16 gêneros ao todo na família. O gênero Ardea, possui 12 espécies, destacando a maior de todas que é a garça-gigante ou garça-golias (Ardea goliath) que vive na África. Tais aves vivem mais em lagos, rios, pântanos e menos frequente em praias e manguezais, mesmo assim com pouca salinidade. A garça-maguari ou simplesmente maguari, é a maior garça brasileira. Habita todo o Brasil, adentrando por vezes até em grandes cidades. Outras garças bem conhecidas no país é a garça-branca-grande que por sinal é que está no verso da nota de 5 Reais. Outra é a garça-boiadeira que apreciam ficar nos pastos junto ao gado, à cata de insetos como grilos, que pulam quando o boi se move e estas aves os capturam no ar. E ainda a garça-branca-pequena. Já o socó-boi, tem um pio que lembra um mugido de boi.
A garça-maguari também conhecida por socoí, internacionalmente por white-necked heron.
O nome indígena para garça-branca é guaratinga.
No Brasil vive uma espécie de garça exótica que é a garça-boiadeira (Bulbucus ibis), originária da Europa junto do Mediterrâneo e África, onde não se sabe como chegou ao continente americano e espalhou por todas áreas tropicais deste continente. No final do século XIX já existia nas Guianas.
Em anexo a garça-maguari, garça-real e o socó-boi.

Da família das garças (Ardeídeos) no Brasil são 16 espécies. Segue lista em ordem decrescente de tamanho, onde a garça-maguari atinge 110 cm e a menor sendo o socoí-vermelho com 28 cm.
- garça-maguari (Ardea cocoi) : Maior parte da América do Sul, exceto cordilheira dos Andes.
- garça-branca-grande (Ardea alba)=(Casmerodius alba) : América, África e parte da Europa.
- socó-boi ou garça-listrada (Trigrisoma lineatum) : Do México até a Argentina.
- socó-boi-baio (Botaurus pinnatus) : Partes do nordeste, centro-oeste e sul do Brasil; Partes das Guianas até Equador.
- garça-da-mata ou garça-colorida (Agamia agami) : Região norte até MT; Bolívia até México.
- garça-tricolor (Egretta tricolor) : Todo o país, até o CE; Peru até sul dos EUA.
- garça-azul ou garça-morena (Egretta caerulea) : Maior parte do Brasil; Uruguai até sul dos EUA.
- garça-branca-pequena (Egretta thula) : Do sodoeste dos EUA até a maior parte da América do Sul.
- savacu-de-coroa ou matirão (Nyctanassa violacea) : Litoral de todo Brasil até partes litorâneas das Guianas até Peru.
- maria-faceira (Syrigma sibilatrix) : Partes do centro-oeste e sudeste até sul do Brasil.
- garça-real (Pilherodius pileatus) : Do Panamá até o Paraguai e Brasil, exceto nordeste e RS.
- savacu ou tamatião (Cochlearius cochelearius) : Todo o Brasil até maior parte dos países circunvizinhos.
- socozinho ou garça-azulada (Butorides striata)=(Ardeola striata) : Todos os continentes. No Brasil mais frequente na região norte.
- socoí-ziguezague ou socoí-pulador (Zebrilus undulatus) : Guianas, Brasil até Paraguai.
- socoí-amarelo (Ixobrychus involucris) : ES até MS e sul do Brasil; Paraguai, Uruguai até centro da Argentina.
- socoí-vermelho (Ixobrychus exilis) : Partes tropicais da América do Norte até Argentina.

Fotos

Parceiros

Ensino Superior na Fatec Internacional.
Promoção Imperdivel

 
Blog's
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Direitos reservados a AOMS.©