<%@LANGUAGE="JAVASCRIPT" CODEPAGE="1252"%> AOMS
Mapa do Site:
Colaboradores
 
 

Hibiscos


Arbustos lenhosos com muitas fibras da família Malváceas. Exóticos e com várias espécies, onde no Brasil são mais utilizadas três espécies:
hibisco-sírio (Hibiscus syriacus) que é originário do sudeste da Ásia, chega até 3 m. Bastante usado como planta ornamental em todo mundo, onde exala aroma típico nas noites quentes. A Coréia do Sul adotou o hibisco como flor nacional.
Outra espécie é o hibisco-crespo ou africano (Hibiscus schizopetalus) que é de mesmo tamanho do anterior, com galhos longos e pendentes. As delicadas pétalas são recurvadas, sustentadas por um longo pedúnculo. Este deve ser cultivado sempre a pleno sol em solo fértil, regada periodicamente. Não tolera frio rigoroso ou geadas. Multiplica-se por estacas.
Mas o hibisco mais comum nos jardins brasileiros é o hibisco-rosa ou chinês (Hibiscus rosa sinensis) do qual no Brasil ganhou o apelido de "graxa-de-sapato" e "graxa-de-estudante", pois suas flores eram usadas para engraxar sapatos, deixando-os bem brilhantes. Produz flores grandes, que vão do branco ao vermelho, passando pelo rosa, amarelo e laranja. Suas flores tem vida curta, onde duram pouco mais de 24 horas. Floresce também o ano todo e aprecia locais quentes e úmidos. Apreciam bastante água no verão, devendo receber suas regas diárias, sendo uma de manhã e outra no fim do dia. No inverno, basta uma regada. Os hibiscos não suportam muito frio e locais sujeitos às geadas.
Outro hibisco de destaque é a vinagreira (Hibiscus sabdariffa) sendo um arbusto semi-lenhoso, bianual ou perene. De origem controversa, é africano ou asiático. Pode chegar a 3 m de altura. É cultivado comercialmente devido suas propriedades medicinais, têxtil e culinário. Suas folhas são alternas, estipuladas, serreadas, com forma de lança, com três ou cinco lobos. Suas flores são dispersas ano ano, solitárias, axilares, de cor amarela-arroxeada. Suas aplicações medicinais são como anti-escorbútica, estomáquica, diurética, emoliente, peitoral e calmante. Alem de vinagreira, este hibisco é conhecido também por caruru-azedo e quiabo-roxo.
Em anexo o hibisco-roxa e a flor da vinagreira.


Parceiros

Ensino Superior na Fatec Internacional.
Promoção Imperdivel

 
Blog's
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Direitos reservados a AOMS.©