<%@LANGUAGE="JAVASCRIPT" CODEPAGE="1252"%> AOMS
Mapa do Site:
Colaboradores
 
 

Duguetia Ianceolata

Família: Annonaceae

Nomes populares: Duguetia Ianceolata

Família: Annonaceae

Nomes populares: pindaíva, pindabuna, corticeira, perovana, pindaúva cortiça, pinda-ubuna.

Características: Altura de 15-20 m, com tronco de 40-60 cm de diâmetro. Folhas simples, glabras, de 8-12 cm de comprimento.

Ocorrência: Minas Gerais, São Paulo e Mato Grosso do Sul até o Rio Grande do Sul, principalmente na floresta semidecídua de altitude e na mata pluvial atlântica.

Utilidade: A madeira é recomendada para usos internos na construção civil, como vigas, caibros, batentes de portas e janelas, molduras, lâminas faqueadas decorativas; também empregada em obras externas, como postes, moirões e dormentes, na confecção de móveis, etc. A árvore é esbelta e elegante, prestando-se muito bem para o paisagismo em geral.

Seus frutos são comestíveis e também muito procurados pela fauna em geral. Apesar de seu lento crescimento, é útil para o plantio em áreas degradadas de preservação permanente.



Fenologia: Floresce durante os meses de outubro-novembro. Os frutos amadurecem em março-maio.

Obtenção de sementes: Os frutos maduros raramente caem espontaneamente inteiros, debulhando-se completamente na queda. Isto dificulta o recolhimento manual. E mais prático colhê-los diretamente da árvore quando maduros, debulhando-os em seguida nos seus componentes. Estes podem ser utilizados diretamente dessa forma para a semeadura como se fossem sementes, ou podem ser despolpados manualmente. Um quilograma de sementes despolpadas contém aproximadamente 1.600 unidades. Sua viabilidade em armazenamento dura menos de um mês.

Produção de mudas: Escarificar mecanicamente as sementes antes da semeadura para aumentar a taxa de germinação. Em seguida semeá-las em canteiros ou diretamente em recipientes individuais contendo substrato organo-argiloso. Cobrí-las com uma camada de 0,5 cm de substrato peneirado e irrigar diariamente. A emergência demora 60-120 dias e, a taxa de germinação geralmente é baixa.

O desenvolvimento das mudas é lento, o mesmo ocorrendo com as plantas no campo que dificilmente ultrapassam 1,5 m aos 2 anos.

 

Parceiros

Ensino Superior na Fatec Internacional.
Promoção Imperdivel

 
Blog's
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Direitos reservados a AOMS.©